Blog

9 táticas infalíveis para ter bom humor e viver melhor

Bom humor torna o dia mais produtivo e favorece o raciocínio
O bom humor estimula o raciocínio e a produtividade.

O bom humor torna tudo mais fácil, já reparou?

Ou melhor: é o humor que determina o olhar que temos para cada atividade do dia.

Quer ver um exemplo?

Nos dias em que você acorda com o “pé esquerdo”, qualquer imprevisto ganha proporções monumentais, não é verdade?

A chuva soa como uma conspiração. O elevador quebrado é um desafio à paciência. Seu trabalho simplesmente não sai do lugar. E até um compromisso que deveria ser agradável, como encontrar com os amigos, se transforma num peso adicional.

Isso ocorre porque seu humor é o filtro que você usa para avaliar os acontecimentos e imaginar o futuro. E você se sente “arrastando correntes” sempre que o mau humor o pega de jeito.

O bom humor, ao contrário, lhe dá agilidade. Deixa seu dia mais produtivo, prático. Eleva sua disposição. E favorece o raciocínio.

Se você nunca observou essa conexão, comece a percebê-la. Pois até a espera na fila do supermercado tem um sentido diferente, conforme seu “estado de espírito”.

Agora, vamos às boas notícias.

Existem muitos estudos sobre a ciência das emoções, sabia disso?

E as pesquisas mostram que é possível usar certas estratégias para melhorar o humor rapidamente.

Que tal testar algumas delas?

Veja, abaixo, 9 táticas — cientificamente comprovadas — que prometem trazer o bom humor à cena. 

1. Faça seu corpo ficar de bom humor

Buscar um enfoque otimista sobre uma situação é uma excelente dica para conquistar bom humor.

Mas, vamos combinar, mudar o rumo dos pensamentos pode ser mais desafiador do que parece.

Ora, então por que não começar a mudança por outro ponto?

Talvez você não perceba, mas o mau humor também afeta seu corpo.

Portanto, é dele que vamos cuidar em primeiro lugar.

Para começar, percorra seu corpo, buscando perceber onde está a tensão. Você pode se surpreender ao notar que até seus dedos dos pés estão tensos, encolhidos!

Estique e alongue tudo o que puder. 

Seu rosto é uma parte importante. Mandíbula, boca, músculos dos olhos e sobrancelha espelham as sensações de contrariedade. Logo, procure relaxá-los.

Lembre-se: os pensamentos interferem no corpo. Mas o corpo também interfere nos pensamentos!

Leia também: Qual a diferença entre doença psicossomática e somatização?

2. Ajuste a postura

Um estudo do European Journal of Social Psychology mostra que a postura faz grande diferença em nossa autoconfiança.

Avalie como você está agora: sentado, ombros curvados, coluna arredondada?

Experimente endireitar as costas, ficar ereto e estufar o peito.

Ou fique de pé, erga o queixo e role os ombros para trás e para baixo.

Pronto, você deu mais um passo para o bom humor.

3. Produza endorfinas

A prática de exercícios físicos auxilia na saúde mental
Praticar exercícios físicos estimula o bom humor.

A endorfina é conhecida como hormônio do bem-estar e do bom humor.

O melhor é que você pode produzir esse hormônio sempre que desejar.

Como? Bem simples: apenas se mexa!

Pule, faça alguns polichinelos, caminhe, use a escada… 

Enfim, se agite da melhor forma que a ocasião permitir.

Alguns minutos bastam para as endorfinas começarem a surtir efeito.

4. Force o riso e melhore seu bom humor

Exatamente isso que você leu.

Exatamente isso que você leu. 

Você não precisa se sentir feliz: apenas finja uma gargalhada.

Parece maluco?

Então saiba que esse exercício é a base da terapia do riso — uma técnica de eficácia cientificamente comprovada, capaz de combater o estresse e a depressão.

Lógico, rir de forma autêntica é ainda melhor.

Mas imitar um bom “hahaha” é suficiente para provocar alterações no cérebro.

Verdadeira ou falsa, a risada aumenta a produção substâncias químicas — como dopamina e serotonina — que atuam sobre as sensações de felicidade e prazer.

5. Beba chá-verde

O chá-verde é rico em L-teanina — um aminoácido de efeito antiestresse.

Um estudo provou que, uma hora após ingerirem a bebida, as pessoas se sentem bem menos ansiosas.

Então, se estiver se sentindo irritado, sirva-se de uma xícara desse estimulante do bom humor.

6. Use os cheiros a seu favor

Borrife seu perfume favorito — aquele que remete a lembranças agradáveis — ou aposte na aromaterapia.

Os óleos essenciais de lavanda e de laranja são ótimas escolhas para reduzir a ansiedade e revigorar o ânimo, portanto escolha seu favorito.

7. Compre flores

presença de flores em casa ou no ambiente de trabalho tem efeito terapêutico
O contato com flores ajuda a estimular o bom humor.

Você sabia que a mera presença de flores em sua casa ou ambiente de trabalho tem efeito terapêutico?

Não, não se trata de mera especulação: essa afirmação é resultado de uma pesquisa conduzida pela Universidade de Harvard!

Se você está na dúvida se vale a pena investir num simpático vaso de flores ou num pequeno buquê, dê uma olhada nos benefícios mencionados pela pesquisa:

  • as flores afugentam sentimentos de ansiedade, tristeza e preocupações;
  • afastam os pensamentos negativos;
  • trazem bom humor, energia e entusiasmo — repercutindo em maior produtividade e criatividade no trabalho; 
  • ampliam o sentimento de compaixão.

E agora, convencido?

8. Abrace um ursinho de pelúcia

Bobagem? Então aqui vai mais um pouco de ciência para você.

Segundo artigo do Journal of Consumer Research, da Universidade de Oxford, nossos instintos mamíferos nos levam a buscar conforto em estímulos táteis quando nos sentimos negativos ou deprimidos.

Tocar em algo macio faz com que o cérebro desencadeie sensações de prazer — o que favorece a resiliência e, por consequência, te ajuda a recuperar o bom humor.

9. Cuide do presente

Há uma frase, do palestrante norte-americano Grant Cardone, que resume bem esse conceito:

“Não estrague um dia bom pensando num ontem ruim”.

Se você fizer um pequeno esforço de análise, perceberá que o mau humor se alimenta de ruminações.

Você se prende a experiências que aconteceram dias, horas ou mesmo minutos atrás, permitindo que elas ecoem em sua mente e determinem seu estado de espírito por um longo período.

Romper com esse círculo vicioso pode não ser tão simples…

Mas se você tiver consciência do efeito negativo desse “contágio” — e seguir as demais dicas deste post — poderá se livrar da “cara amarrada” com maior facilidade.

Leia também: 39 frases sobre saúde mental que vão abrir sua mente

E se nada disso funcionar, assista a alguns vídeos de Ariano Suassuna no YouTube! 

É impossível não ficar de bom humor depois de ouvir (ou ler) as palavras desse sábio.

Gostou do artigo?

Então envie para seus amigos! Compartilhe em suas redes sociais!

Propagar a positividade é outra tática infalível para melhorar seu humor.

psicóloga Vila Mariana Luana Nodari

Luana Nodari é Psicóloga e Neuropsicóloga
Atende em sua clínica na Vila Mariana / SP, adolescentes e adultos,
através da Terapia Cognitivo-Comportamental
CRP: 06/112356

Deixe uma resposta

Contato

Luana Nodari
Psicóloga/Neuropsicóloga
CRP: 06/112356

Localização

Rua Domingos de Morais, 2781 - cj 311
Vila Mariana, São Paulo, SP
CEP: 04035-001

Redes Sociais

Ao lado da estação do Metrô Santa Cruz

Estacionamento no local

®

Psicóloga Luana Nodari. Todos os direitos reservados. Tai! Branding + Design + Marketing