blog psicóloga vila mariana

O que é estresse: tipos, sintomas e tratamentos

Estresse-Esgotamento-profissional-nao-saber-falar-nao
Saber falar “não” pode ajudar a diminuir o estresse do dia a dia.


Você sente constantemente sensações, por exemplo, como medo, irritação, preocupação, desconforto, ansiedade, frustração, indignação e nervosismo? Isso pode ser estresse!

Esses são sintomas do estresse, que pode surgir até mesmo sem causa aparente, ou seja, é um transtorno que podemos sofrer sem sabermos exatamente a sua origem.

Segundo a pesquisa sobre estresse desenvolvida pela International Stress Management Association (Isma – Brasil), o Brasil ocupa o segundo lugar no ranking de países mais estressados do mundo, perdendo apenas para o Japão.

Mas, o que é estresse, como identifica-lo e tratá-lo? É sobre isso que vamos falar nesse conteúdo, por isso continue a leitura e fique por dentro do assunto.


Saiba mais: Tratamento da depressão: 4 atitudes que podem ajudar


O que é estresse?

O estresse pode transformar nosso comportamento de forma indescritível. Apesar de ser muito confundido atualmente com cansaço extremo, o que pode ser resolvido com uma boa noite de sono, os sintomas do estresse é uma resposta fisiológica do corpo, fundamental para que nossa espécie tenha sobrevivido.

Isso porque, se nossos antepassados não reagissem rapidamente nos primórdios tempos das cavernas ao se depararem com um animal feroz, não teriam deixado descendentes.

O estresse é a liberação de componentes químicos, como a adrenalina, que nos mantém atentos ao perigo, ou seja, ficamos preparados para fugir ou enfrentá-lo.

Porém, o estresse do mundo moderno é outro e resulta do acúmulo de responsabilidades e funções no dia a dia, como, por exemplo, contas a pagar, cobrança no trabalho, trânsito e filhos. Além disso, também, o uso excessivo nas mídias sociais, celulares, computadores, etc.

Ao se deparar com problemas como esse, nosso corpo não libera quantidades suficientes de mediadores químicos, como fazia com nossos antepassados para estimulá-los a fugirem de uma fera, mas causam discreto e constante sintomas de estresse como aumento da pressão arterial e do número dos batimentos cardíacos que trazem consequências perigosas para o organismo.


Leia também: O perigo de silenciar os sentimentos


Tipos de estresse

A Associação Americana de Psicologia define em três tipos o estresse :

  • Agudo,
  • Agudo episódico;
  • Crônico.


1 – Estresse agudo

Esse tipo caracteriza-se por uma reação do corpo a um momento ou fator de conflito. Os sintomas, segundo a Associação Americana de Psicologia, passa por sinais, por exemplo, de ansiedade e sintomas físicos, como:

  • Dor de cabeça tensional;
  • Ativação psíquica;
  • Apreensão;
  • Insegurança;
  • Aumento de pressão;
  • Dor nas costas;
  • Instabilidade de humor;
  • Dores musculares em geral;
  • Azia;
  • Flatulência;
  • Diarreia;
  • Palpitações cardíacas;
  • Mãos suando.


2 – Estresse agudo episódico

O agudo episódico, também definido pela Associação Americana de Psicologia, acontece quando o corpo está exposto a estímulos estressantes com frequência.  Os sintomas são os mesmos do agudo, mas se manifestam de forma prolongada, como:

  • Dores de cabeça tensionais persistentes;
  • Enxaquecas;
  • Hipertensão;
  • Dor no peito;
  • Doenças cardíacas.

briga-com-casal-contas-stress
O descontrole financeiro, a falta de emprego ou desentendimento nas relações são fatos que podem levar ao estresse.


3 – Estresse crônico

O crônico, por sua vez, é a condição contínua do transtorno, quando passa a fazer parte da rotina e as reações à doença e seus sintomas não vão embora, o que afeta diversas áreas da vida. Quem sofre de estresse crônico está no grupo de risco para desenvolver também ansiedade e depressão.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é considerado o país mais ansioso e estressado da América Latina. Como resultado, nos últimos dez anos o número de pessoas com depressão aumentou 18,4%, isso corresponde a 322 milhões de indivíduos, ou 4,4% da população mundial. No Brasil, 5,8% dos habitantes sofrem com o problema.


Leia também:  Técnicas para sair de pensamentos negativos


Os sintomas de estresse crônico pode apresentar, por exemplo, sintomas físicos e emocionais, como:

  • Fadiga;
  • Desgaste;
  • Mal-estar;
  • Cansaço;
  • Esgotamento;
  • Aumento da vigilância;
  • Dificuldade em relaxar e descansar;
  • Desânimo;
  • Tristeza;
  • Sensação de fracasso;
  • Dificuldade de sentir prazer;
  • Alteração do sono.


Sintomas de estresse

O estresse é um sentimento natural do organismo. No entanto, quando é frequente e em níveis exacerbados, pode causar reações adversas ao corpo. Por isso, perceba os sinais e, quando se sentir muito esgotado, irritado, com variações de humor, etc, você poderá notar sintomas como:

  • Ritmo cardíaco acelerado;
  • Batimento fora do ritmo;
  • Respiração acelerada;
  • Sudorese;
  • Tremores.

Além disso, sintomas físicos também podem se manifestar em crises de estresse, como:

  • Intestino solto;
  • Necessidade frequente de urinar;
  • Boca seca;
  • Problemas para engolir;
  • Dificuldade para dormir;
  • Queda de cabelo em excesso;
  • Cansaço demasiado;
  • Alergias de pele;
  • Gastrite e úlceras;
  • Tensão muscular;
  • Imunidade baixa;
  • Dores de cabeça;
  • Mudanças de apetite;
  • Acne incomum;
  • Refluxo.

Consequências do estresse profissional
De acordo com a International Stress Management Association (Isma), cerca de 30% dos trabalhadores brasileiros sofrem com o esgotamento profissional.


Tratamento

Quando os níveis de estresse extrapolam o natural, podemos ter então momentos conturbados no nosso dia a dia pessoal e profissional. Mas, apenas médicos e psicólogos podem indicar o melhor tratamento, seja ele a base de medicamentos ou alternativas naturais.


Leia também:
5 simples maneiras de aumentar a serotonina do seu cérebro
O que é bipolaridade: quais os tipos, sintomas e tratamentos ?


Conclusão

O mais importante, se os sintomas de estresse que citamos acima te causam preocupação, procure um médico. Esses sinais podem indicar estresse, mas também podem demonstrar problemas de saúde mais graves, e apenas um profissional pode diagnosticá-los corretamente.

Portanto, agora que você já sabe o que é estresse, quais seus sintomas e como tratá-lo, compartilhe esse conteúdo com um amigo que também precisa saber disso.


psicologa-vila-mariana-Luana-Nodari








Luana Nodari é Psicóloga e Neuropsicóloga
Atende em sua clínica na Vila Mariana / SP, adolescentes e adultos,
através da Terapia Cognitivo-Comportamental
CRP: 06/112356

Deixe uma resposta

Contato

Luana Nodari
Psicóloga/Neuropsicóloga
CRP: 06/112356

Localização

Rua Domingos de Morais, 2781 - cj 311
Vila Mariana, São Paulo, SP
CEP: 04035-001

Redes Sociais

Ao lado da estação do Metrô Santa Cruz

Estacionamento no local