blog psicóloga vila mariana

Qual a importância do sexo no relacionamento?

Será que a importância do sexo no relacionamento é superestimada?

É possível manter um relacionamento feliz e saudável sem sexo?

a importância do sexo no casamento
O relacionamento sexual no casamento é muitas vezes subestimada


As respostas a essas perguntas não dependem exatamente do sexo.

Mas sim do que ele representa em termos de intimidade, afeto e bem-estar.

Diversas pesquisas sobre a importância da relação sexual para o casamento atestam esse argumento.

Não se trata, portanto, de ver o sexo como aquilo que decide a felicidade do casal.

Seu papel não é sustentar um relacionamento — e sim favorecê-lo.

Então, melhor do que apresentar dados sobre quantidade de relações sexuais considerada “ideal”, será mais útil falarmos dos benefícios do sexo.

Afinal, se soubermos em quais aspectos o sexo interfere, ficará mais clara sua relevância para a saúde do relacionamento.


Quais os benefícios do sexo no relacionamento?

Que tal pensar a importância do sexo no relacionamento considerando seus efeitos para a saúde?

Confira algumas de suas ações:

  1. melhora o sistema imunológico;
  2. diminui o risco de doenças cardiovasculares;
  3. aumenta a libido (sim, fazer sexo aumenta o desejo sexual — levando à maior frequência da prática);
  4. promove alívio do estresse (uma vez que reduz os níveis de cortisol);
  5. contribui para a qualidade do sono;
  6. melhora as funções cognitivas e a memória;
  7. previne o câncer de próstata;
  8. favorece o controle da bexiga (para mulheres);
  9. confere períodos menstruais mais leves e cólicas menos dolorosas;
  10. reduz a pressão arterial;
  11. produz efeito equivalente a atividades físicas moderadas;
  12. atenua dores (como enxaqueca e dores nas costas);
  13. fortalece os músculos;
  14. deixa a pele mais bonita;
  15. diminui a irritabilidade, ansiedade e depressão (pois aumenta os níveis de serotonina — hormônio associado ao bom humor);
  16. melhora a autoestima;
  17. aumenta a fertilidade masculina.

A partir dessa lista você vê que não é à toa que se afirma que “sexo é saúde”. Não se trata de força de expressão e sim de uma constatação, amparada por inúmeros estudos científicos.


Benefícios do sexo no relacionamento

Além dos tantos benefícios do sexo para a saúde individual, a importância do sexo no relacionamento também é evidente no caráter interpessoal.

Uma vez que pressupõe uma forma de contato muito agradável e prazer compartilhado, fortalece a conexão emocional, o vínculo afetivo e cumplicidade do casal — o que justifica os índices de divórcio mais baixos nos casamentos com relações sexuais frequentes.


Quais fatores podem ser responsáveis por diminuir o desejo sexual?

sexo como um problema no casamento
Falta de conversa é uma das principais causas dos problemas
sexuais no casamento


Será que a falta de interesse por sexo significa, necessariamente, um indício de que o relacionamento está fragilizado?

A resposta é um retumbante não.

Até porque casamentos em ruína podem ter boa quantidade de sexo — enquanto outros, onde há amor, respeito e real conexão, ocorre a falta.

Então, se o sexo não é parâmetro para medir os sentimentos de afeição, como podemos interpretar a baixa libido?

É possível que a queda no desejo sexual seja ocasionada por:

  • efeitos colaterais de certos medicamentos (antidepressivos, pílulas anticoncepcionais, anti-hipertensivos, anti-histamínicos e diuréticos, por exemplo);
  • desequilíbrio na produção hormonal da tireoide;
  • insônia (ou quantidade e qualidade de sono insatisfatória);
  • menopausa;
  • doenças crônicas (como diabetes tipo 2, obesidade, hipertensão e colesterol alto);
  • depressão;
  • disfunção erétil;
  • sedentarismo — e, por outro lado, também o excesso de exercícios físicos;
  • baixos níveis de testosterona;
  • deficiência de vitaminas A e D no organismo;
  • frequente ingestão de bebidas alcoólicas;
  • estresse elevado (que também é experimentado por quem sofre com a síndrome de burnout);
  • baixa autoestima;
  • trauma emocional;
  • cansaço.

Considerando a importância do sexo no relacionamento — assim como para o bem-estar individual — é interessante investir na mudança de hábitos para resgatar a libido!

Se suspeitar que a queda no desejo se deve à alguma condição de saúde, converse com seu médico para realizar exames e verificar seus níveis hormonais.

Caso o problema esteja na medicação da qual faz uso, relate o problema para o profissional de saúde que a prescreveu e verifique se não existem psicofármacos alternativos.


Como aumentar a libido?

casal namorando na cama
A falta de intimidade e o distanciamento entre casais podem diminuir a
libido dos parceiros no casamento


Se a queda no desejo sexual deve-se a condições clínicas — como as mencionadas no tópico anterior — apenas o tratamento médico e psicológico pode trazer resultados efetivos.

Contudo, ainda que você precise da ajuda de profissionais de saúde para recuperar sua qualidade de vida, é sempre possível adotar certos comportamentos, que adicionam benefícios ao seu bem-estar.

Logo, independente da necessidade de terapias ou medicamentos, procure incluir estas ações em sua rotina:

  • faça caminhadas, yoga ou outra atividade física, regularmente;
  • revise sua agenda e crie oportunidades para você e seu parceiro desfrutarem de ocasiões especiais juntos (resgate o romantismo do início do relacionamento!);
  • busque técnicas de relaxamento — para aliviar o estresse, que compromete a libido;
  • utilize a alimentação como aliada — existem alimentos considerados afrodisíacos, como abacates, banana, figos, ostras, chocolate e manjericão, mas um simples dieta saudável (com muitas frutas e vegetais e pouca gordura) já surte um ótimo efeito;
  • reavalie a distribuição de tarefas domésticas — se um dos parceiros estiver sobrecarregado, é normal que se sinta mais cansado e indisposto ao sexo;
  • concentre-se nas preliminares;
  • invista no aprimoramento de sua autoconfiança e autoestima;
  • evite ou reduza o consumo de álcool e cigarros;
  • capriche na boa higiene do sono;
  • converse mais com seu parceiro (sobre suas preferências ou eventuais desconfortos durante o sexo, mas também sobre qualquer outro assunto! — afinal, é assim que a intimidade se fortalece.

Acima de tudo, saiba que definir a importância do sexo no relacionamento depende de como o casal encara essa necessidade.

Se ambos estão satisfeitos e entendem que o desejo recíproco se mostra em diferentes ocasiões, não há motivo para comparar sua periodicidade de sexo com a de outros casais.

Apenas não transformem o assunto em tabu!

Sejam francos — consigo mesmos e com o parceiro —, procurando soluções para incrementar a libido, se acreditarem que mais sexo os deixará mais próximos e felizes.

psicologa-vila-mariana-Luana-Nodari








Luana Nodari é Psicóloga e Neuropsicóloga
Atende em sua clínica na Vila Mariana / SP, adolescentes e adultos,
através da Terapia Cognitivo-Comportamental
CRP: 06/112356

Deixe uma resposta

Contato

Luana Nodari
Psicóloga/Neuropsicóloga
CRP: 06/112356

Localização

Rua Domingos de Morais, 2781 - cj 311
Vila Mariana, São Paulo, SP
CEP: 04035-001

Redes Sociais

Ao lado da estação do Metrô Santa Cruz

Estacionamento no local