blog psicóloga vila mariana

Rir é terapêutico! 6 benefícios do riso que você precisa conhecer

“Rir é o melhor remédio” — ensina a sabedoria popular.

Costumamos interpretar essa frase de modo figurado, como um conselho diante de contratempos. A ideia seria não se deixar abater e responder às adversidades com bom humor.

Porém, mais do que uma lição de resiliência, o dito expressa uma verdade reconhecida pela Medicina e Psicologia.

É isso mesmo: estudos científicos comprovam que boas risadas e gargalhadas favorecem a saúde física e mental, sob diversos aspectos.

Mesmo o riso “forçado” é capaz de promover o bem-estar geral e alterar sua disposição.

Quer saber por quê? Então continue a leitura e se surpreenda com 6 motivos para rir com mais frequência.

1. Rir melhora o sistema imunológico

O riso aumenta a produção de células NK (natural killer), capazes de aniquilar células cancerígenas, além de atuar na prevenção de doenças virais.

Outros estudos apontam a risada como um estimulante da imunoglobulina A (IgA), que ajuda a proteger contra infecções respiratórias.

Também é válido mencionar o trabalho do psiquiatra William F. Fry, professor da Universidade de Stanford e um dos pioneiros da gelotologia (campo de estudos científicos centrado na avaliação dos efeitos terapêuticos do riso).

Nos anos 1960, o Dr. Fry já realizava pesquisas nessa área. E verificou, por exemplo, a influência do humor na produção de linfócitos T, principal arma de defesa do organismo contra doenças.

2. Rir ajuda a aliviar a dor

Robin Dunbar, antropólogo e psicólogo evolucionista inglês, é autor de um estudo que atesta o efeito das risadas no tocante a tolerância da dor.

A partir de pesquisas com voluntários, ele concluiu que boas gargalhadas liberam endorfinas — analgésicos naturais do corpo —, reduzindo as sensações dolorosas em até 10%.

3. Rir emagrece

Dez a 15 minutos de risadas consomem, em média, 40 calorias. Lógico, esse gasto calórico é baixo e não consegue enxugar os quilinhos extras num passe de mágica.

Mas vale como um incentivo adicional ao senso de humor!

Observe que, quando você ri, estimula os músculos abdominais. Então, além de queimar calorias, as gargalhadas promovem um exercício na região, também favorecendo o processo digestório.

4. Rir protege o coração

Segundo estudo da Faculdade de Medicina da Universidade de Maryland, o riso tem ação positiva sobre o endotélio (tecido que forma o revestimento interno dos vasos sanguíneos), melhorando o fluxo sanguíneo e reduzindo a pressão arterial.

De forma resumida, isso significa que “sessões de risadas” ajudam a prevenir doenças cardiovasculares, ataques cardíacos e derrames.

5. Rir afasta o estresse

O riso diminui o nível de hormônios do estresse — como cortisol e epinefrina (adrenalina) —, enquanto aumenta a liberação de endorfinas (hormônios que contribuem para a sensação de bem-estar).

Enquanto gargalhamos, estimulamos a circulação e a ingestão de oxigênio. Note que, ao se “recuperar” de uma crise de riso, você pode sentir seu corpo mais relaxado.

Ou seja, além do seu cérebro responder às doses de humor, liberando “hormônios da felicidade”, seus músculos acompanham o estímulo, reduzindo sintomas físicos do estresse (tal como a tensão).

6. Rir combate a depressão

Some a todos os benefícios, já enumerados, o fato de o riso desencadear a produção de dopamina — neurotransmissor que desperta sensações de felicidade —, bem como de outros hormônios e neuropeptídeos, relacionados ao sentimento de alegria.

O psiquiatra Suhayl J. Nasr, autor do artigo “No laughing matter: laughter is good psychiatric medicine” — no qual faz uma revisão sobre estudos que observam os impactos das risadas na saúde —, afirma que o riso tem ação impressionante na química do cérebro.

“O humor e o riso são subutilizados e subnotificados na terapia, em parte porque é um campo de pesquisa recente. O riso tem benefícios sociais e fisiológicos, que podem ser usados ​​no contexto de um relacionamento terapêutico para ajudar pacientes com uma variedade de doenças, incluindo depressão, ansiedade e dor.”, conclui o psiquiatra.

Como rir mais?

O cérebro libera substâncias químicas estimulantes do bem-estar mesmo quando “forçamos” (ou fingimos) o riso.

Isso porque corpo e mente estão profundamente conectados. Ou seja, nossas emoções e sensações respondem à linguagem corporal — do mesmo modo que o comportamento do corpo se altera, conforme nossos pensamentos.

Na prática, isso significa que você não precisa estar, necessariamente, feliz ou entusiasmado com piadas para alcançar os benefícios das risadas.

Há, inclusive, uma modalidade de yoga, chamada Hasya Yoga (Yoga do Riso), que mistura exercícios de respiração, alongamentos e técnicas de emissão de sons, que simulam gargalhadas.

Ainda que, a princípio, as risadas sejam “falsas” (mas, enfatizamos, funcionais), elas não tardam a se tornar contagiantes — e verdadeiras. Nessas condições, os efeitos terapêuticos são ainda maiores!

Atualmente, existem mais de 6.000 “Clubes do Riso” (locais onde a modalidade de yoga é praticada), espalhados em dezenas de países. Tal informação nos dá um indício da eficácia das técnicas empregadas…

No entanto, não é apenas a Yoga do Riso que propõe esse tipo de exercício. Aulas de teatro elaboram abordagem muito similar.

O preparo de atores envolve todas as atividades mencionadas, referentes à yoga, adicionando outros recursos, tais como os jogos teatrais, leitura e interpretação de textos cômicos.

Cursos livres, para não-atores, são os mais indicados para quem procura uma forma de “terapia do riso”, sem preocupações com a qualidade das performances. Da gargalhada ensaiada ao riso espontâneo, o bom humor dita o clima nesses grupos de atuação.

Lógico, você pode — e deve — adotar outras estratégias para rir com mais frequência, no seu dia a dia.

Brinque com animais de estimação, interaja com crianças, assista a filmes ou vídeos engraçados, no YouTube. Siga perfis, em redes sociais, que entreguem conteúdos cômicos. Saia com amigos, faça atividades leves e divertidas.

Enfim, não fique parado: procure o humor ao seu redor.

Diante das oportunidades de rir, pense na sua saúde. E lhes dê uma chance.

#Psicologia #VilaMariana #Psicóloga #RirFazBem #SaúdeMental

Deixe uma resposta

Contato

Luana Nodari
Psicóloga/Neuropsicóloga
CRP: 06/112356

Localização

Rua Domingos de Morais, 2781 - cj 311
Vila Mariana, São Paulo, SP
CEP: 04035-001

Redes Sociais

Ao lado da estação do Metrô Santa Cruz

Estacionamento no local