Blog

Definições de saúde mental
A saúde mental está relacionada à qualidade de nossas atividades rotineiras, relacionamentos e à capacidade de lidar com tensões.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a compreensão de saúde deve ser entendida como “um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não consiste apenas na ausência de doença ou de enfermidade”. 

Em texto publicado no site oficial, a OMS complementa:

“A saúde mental é um estado de bem-estar no qual um indivíduo percebe suas próprias habilidades, pode lidar com as tensões normais da vida, pode trabalhar de forma produtiva e é capaz de dar uma contribuição para sua comunidade.

A saúde mental é fundamental para nossa habilidade coletiva e individual, como humanos, de pensar, se emocionar, interagir uns com os outros, ganhar a vida e aproveitar a vida.”

Outra definição de saúde mental pode ser encontrada no site da APA (Associação Americana de Psiquiatria) — uma das mais influentes organizações de psiquiatria do mundo.

De acordo com a APA, “saúde mental envolve o funcionamento eficaz nas atividades diárias, resultando em: a) atividades produtivas (trabalho, escola, cuidado); b) relacionamentos saudáveis; c) capacidade de se adaptar a mudanças e lidar com adversidades”.

Em outro trecho, destaca:

“A saúde mental é a base para as emoções, pensamento, comunicação, aprendizagem, resiliência e auto-estima. A saúde mental também é fundamental para relacionamentos, bem-estar pessoal e emocional e contribuição para a comunidade ou sociedade.”

Já o MedlinePlus — site associado à Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos (National Library of Medicine — NLM), maior biblioteca médica do mundo — compartilha o conceito de saúde mental nos seguintes termos:

“A saúde mental inclui nosso bem-estar emocional, psicológico e social. Afeta como pensamos, sentimos e agimos ao enfrentar a vida. Também ajuda a determinar como lidamos com o estresse , nos relacionamos com os outros e fazemos escolhas. A saúde mental é importante em todas as fases da vida, desde a infância e adolescência até a idade adulta e o envelhecimento.”

Fatores que afetam a saúde mental 

Diversos fatores influenciam na saúde mental do indivíduo. Experiências de vida, genética, circunstâncias do meio ambiente, química do cérebro, conexões sociais, educação e cultura — por exemplo — são aspectos que repercutem no bem-estar de uma pessoa.

Sendo assim, tanto a saúde mental quanto condições psicológicas que denotam problemas devem ser analisadas considerando diferentes possíveis causas e interferências.

Fatores que contribuem para boa saúde mental

Fatores que contribuem para boa saúde mental.
Hábitos alimentares têm interferência direta na disposição, humor e sensação de bem-estar.

Estilo de vida e hábitos diários têm grande impacto na qualidade de vida.

Portanto, para manter a saúde mental em dia, é importante dar atenção aos seguintes pontos:

  • qualidade do sono;
  • alimentação que atenda às necessidades nutricionais;
  • realização de atividades prazerosas;
  • prática regular de exercícios físicos;
  • contar com rede de apoio em momentos desafiadores;
  • resiliência — habilidades de enfrentamento diante de estresse e necessidade de adaptação;
  • contato social;
  • relacionamentos saudáveis;
  • capacidade de comunicar e gerenciar emoções (positivas e negativas);
  • boa autoestima.

Fatores de risco para saúde mental

Privação de sono, má nutrição e ausência de autocuidado básico podem resultar em mal-estares psicológicos.

Porém, como já afirmamos anteriormente, a saúde da mente é complexa. Logo, quando buscamos identificar a origem de um distúrbio mental, precisamos considerar diferentes possíveis causas:

  • fatores genéticos ou histórico familiar de transtorno mental;
  • desequilíbrios químicos no cérebro;
  • danos pré-natais;
  • lesões cerebrais;
  • exposição a toxinas durante a infância;
  • abuso de substâncias;
  • problemas de saúde física (condições médicas crônicas ou graves);
  • trauma psicológico;
  • violência sexual, psicológica ou emocional;
  • solidão e isolamento social;
  • estresse de longo prazo;
  • relacionamento abusivo;
  • negligência parental ou intensos conflitos familiares durante a infância;
  • estigma social;
  • problemas financeiros;
  • rupturas significativas (divórcio, perda do emprego, morte de ente querido…).

É importante enfatizar que os fatores de risco — incluindo aspectos biológicos e hereditários — não implicam, necessariamente, no desenvolvimento de uma doença mental. 

Em geral, os distúrbios mentais são multicausais. Ou seja, eles resultam de uma combinação de fatores — estilo de vida, ambiente e histórico pessoal, por exemplo.

“Nossas experiências de vida e biologia influenciam como pensamos, sentimos e agimos em relação a diferentes situações, desafios e oportunidades ao longo da vida. Experiências como a forma como somos tratados pelos outros, nossa situação financeira, nossos relacionamentos, onde trabalhamos, mudanças na vida e nossa saúde física afetam nossa saúde mental. Claro, todos nós, em algum momento, seremos confrontados com situações estressantes, mas é nossa capacidade de superar e administrar essas situações que pode impactar nossa saúde mental.” — Northern Healthcare

O que prejudica a saúde mental

O modo como pensamos e nos comportamos é determinante para a saúde psicológica. Mentalidade pessimista, vícios, falta de conexão social e escolhas que prejudicam a saúde física são pontos que merecem atenção.

Nem sempre percebemos o que fazemos de errado. E, muito menos, estamos plenamente cientes da relação entre hábitos e saúde mental.

Portanto, para te ajudar a identificar os vilões do bem-estar, confira a lista abaixo e passe a observar se alguns deles estão presentes em sua rotina.

17 Pensamentos e hábitos que prejudicam a saúde mental

  1. Uso excessivo de mídias sociais e smartphone.
  2. Sentimentos de fracasso, arrependimento e culpa.
  3. Acúmulo de responsabilidades.
  4. Procrastinação.
  5. Estilo de vida sedentário.
  6. Má postura.
  7. Perfeccionismo.
  8. Apego ao passado.
  9. Dormir pouco.
  10. Desorganização.
  11. Necessidade de agradar e receber aprovação dos outros.
  12. Alimentação desregrada.
  13. Trabalhar até a exaustão.
  14. Manter relacionamentos insatisfatórios.
  15. Não dedicar tempo ao lazer.
  16. Ausência de rotina — ou, o oposto, uma rotina muito rígida.
  17. Conversa interna negativa (dirigir, a si mesmo, comentários depreciativos.

Sinais e sintomas de problemas de saúde mental

Sinais e sintomas de problemas de saúde mental.
A persistência de sentimentos ou pensamentos incômodos pode ser sintoma de uma condição psicológica que requer cuidados.

Cada condição psicológica exibe um conjunto de características específicas. É preciso conversar com um médico psiquiatra ou psicólogo para obter um diagnóstico confiável.

Porém, até mesmo para reconhecer que você pode precisar de ajuda profissional, é necessário ter uma noção de quais são os sinais de alerta.

Mudanças de humor, alterações de comportamento, persistência de sentimentos ou pensamentos incômodos estão nessa lista. Quando algum desses fatores atrapalha sua rotina ou te impede de realizar atividades básicas, não seja negligente.

Existem tratamentos disponíveis — incluindo terapia e medicação, quando necessária. Com os cuidados certos, você consegue recuperar (ou elevar) sua qualidade de vida.

Exemplos de sintomas de problemas de saúde mental

Procure um psicólogo ou psiquiatra se você perceber, em seu dia a dia, a recorrência de sintomas físicos, emocionais ou comportamentais como:

  • cansaço crônico;
  • perda do desejo sexual;
  • irritabilidade ou tristeza prolongada;
  • ações impulsivas;
  • medo, preocupação ou ansiedade excessiva;
  • afastamento social;
  • mudanças no padrão de sono ou alimentação;
  • sensação de inutilidade;
  • confusão mental, dificuldade de concentração e lapsos de memória;
  • bruscas alterações de humor;
  • falta de ânimo;
  • atitudes violentas ou hostis;
  • abuso de álcool, drogas ou automedicação;
  • dificuldade de discernir a realidade (delírios, alucinações e paranoia);
  • pensamentos de automutilação ou suicídio.

Como cuidar da saúde mental

Existem maneiras simples de cuidar da saúde mental e manter o bem-estar. Veja algumas sugestões:

  1. Reserve tempo para se dedicar a atividades prazerosas e relaxantes.
  2. Faça alguma atividade física, todos os dias.
  3. Busque qualidade e regularidade do sono. Isso significa, entre outras coisas, ter horários definidos para dormir e levantar da cama.
  4. Aumente o consumo de frutas, vegetais e grãos integrais.
  5. Pratique a comunicação assertiva.
  6. Tenha uma rotina de autocuidado.
  7. Passe mais tempo off-line.
  8. Inicie uma prática diária de meditação.
  9. Defina metas e realize planejamentos em etapas.
  10. Invista na convivência com pessoas otimistas e em relacionamentos significativos, que te fazem bem.
  11. Desabafe. Fale sobre seus sentimentos e pensamentos com pessoas de sua confiança.
  12. Aprenda a reconhecer, aceitar e respeitar seus limites. 
  13. Cultive o bom humor.
  14. Valorize suas conquistas e sua história de vida. 
  15. Fuja de comparações em relação ao sucesso, aparência física ou personalidade de pessoas que você conhece ou vê nas redes sociais.
  16. Dirija, a si mesmo, afirmações positivas, que estimulem sua autoconfiança e autoestima.
  17. Dê espaço para novas experiências e aprendizados em seu dia a dia.
  18. Cuide de sua postura. Mantenha a coluna ereta durante suas horas de trabalho.
  19. Não seja multitarefa. Concentre-se em uma função por vez.
  20. Procure passar mais tempo em contato com a natureza — caminhadas em parques ou mesmo plantas dentro de casa já trazem benefícios.
  21. Livre-se de ressentimentos. Perdoe a si mesmo e aos outros.
psicóloga Vila Mariana Luana Nodari

Luana Nodari é Psicóloga e Neuropsicóloga
Atende em sua clínica na Vila Mariana / SP, adolescentes e adultos,
através da Terapia Cognitivo-Comportamental
CRP: 06/112356

Deixe uma resposta

Contato

Luana Nodari
Psicóloga/Neuropsicóloga
CRP: 06/112356

Localização

Rua Domingos de Morais, 2781 - cj 311
Vila Mariana, São Paulo, SP
CEP: 04035-001

Redes Sociais

Ao lado da estação do Metrô Santa Cruz

Estacionamento no local

®

Psicóloga Luana Nodari. Todos os direitos reservados. Tai! Branding + Design + Marketing